A presença de Cristo é no instante que passa

Um livreto para homenagear Pe. Pigi Bernareggi. “Eu não vivo no passado, não vivo no futuro, vivo neste instante que passa, e que é fluido. Esse fluir não é uma banalidade, é Deus me esperando, mendigando meu amor”

No dia 22 de janeiro faleceu o padre Pigi Bernareggi, em Belo Horizonte, aos 81 anos. Ele foi aluno de Dom Luigi Giussani, o fundador do Movimento Comunhão e Libertação, nos anos cinquenta, no Liceu Berchet em Milão. Ali encontrou a experiência de GS (Gioventù Studentesca, primeiro núcleo de CL), e dentro dessa história, em 1964 partiu como missionário para o Brasil, aonde chegou junto com outros estudantes.

Na sua trajetória de vida foi um pai para muitas pessoas e construtor de Igrejas. Este livreto quer ser uma homenagem a padre Pigi por meio da recordação de diálogos informais, bonitos e marcantes que ele teve nos últimos anos com amigos do Movimento, especialmente com Marco Montrasi (o Bracco) – responsável por CL no Brasil. A maioria dessas conversas ocorreram na companhia de Rosetta Brambilla (a Rosa), ela também missionária no Brasil há mais 40 anos, e grande amiga de Pigi.