A lição de Giussani: Deus criou-nos para a alegria

Do Corriere della Sera, um trecho do prefácio do quarto volume da série “Cristianismo à prova”, uma coletânea de palestras e diálogos de Dom Giussani nos Exercícios da Fraternidade de CL
Atualidade

O que nos arranca do nada? A introdução

A introdução do texto que Julián Carrón está preparando sobre o tema «O que nos arranca do nada?», que seria o tema dos Exercícios da Fraternidade de CL neste ano
A carta datilografada
Atualidade

O sim no instante presente

Padre Pigi Bernareggi, aos 80 anos, continua se deixando provocar pela situação atual. Aqui responde a algumas questões postas por sua amiga Rosetta Brambilla

Nesta semana, padre Pigi Bernareggi enviou uma carta datilografada por ele à sua amiga Rosetta Brambilla. Ambos são italianos, moram em Belo Horizonte e vieram ao Brasil como missionários na década de 1960 impulsionados pela vida de Gioventù Studentesca (...

Esperança no futuro

Leia no site do jornal Estado de Minas a entrevista com Elenice Matos, diretora do Ceduc Virgilio Resi. Nascido em 2005, o Centro tem como propósito enfrentar o problema da desocupação juvenil.

Recuperar a minha humanidade

Da Passos de maio, o testemunho de Giorgio Vittadini, catedrático de Estatística metodológica na Universidade de Milão-Bicocca. fundou e preside a Fundação para a Subsidiariedade e é um dos organizadores do Meeting de Rímini.
Atualidade

Jornada dos Colegiais. O que nos arranca do nada?

Um encontro por videoconferência reúne jovens de diversas cidades do país para um diálogo sobre este tempo de isolamento social e as perguntas que surgem em cada um

A seguir publicamos algumas notas do encontro realizado entre um grupo de colegiais de Belo Horizonte, Brasília e São Paulo. O diálogo foi realizado por videoconferência no sábado, 18 de abril 2020, e teve a participação das educadoras Giovanna Ottoni...

Novo canto da América Latina: «Todo cambia»

«E se cantarmos juntos?» Alguns amigos se “reúnem” online, como é possível em tempos de Coronavírus, «para compartilhar, de onde estamos, um tesouro»