Florianópolis

«Sem o infinito, eu não vivo»

Notas da assembleia das comunidades do Sul com Marco Montrasi, responsável nacional de CL. O encontro foi realizado no sábado, dia 6 de junho de 2020, por videoconferência

«O “não basta” é uma coisa grandiosa que eu tenho dentro de mim. E quando reconheço isso, é uma dignidade nova de tudo! De mim, do tempo, do que me é dado. Porque posso dizer que eu encontrei esses traços do infinito. Que eu encontrei! Não é um infinito que fugiu. Não é um infinito impossível. É um infinito que eu encontrei (...). Cruzei o olhar com esse infinito. E isso é todo dia, todo dia um encontro, todo dia uma busca, todo dia é uma falta... Como quando você está apaixonado. É um reflexo desse infinito que encontra você, mas não basta. Mas é um reflexo daquilo que é essa presença infinita que encontramos.»

Leia abaixo o texto completo: